Novo

VISÃO História Edição 66

5,00

COMPRE JÁ A SUA VISÃO HISTÓRIA EDIÇÃO 66

VISÃO HISTÓRIA Ed. 66  | AS ORIGENS DO FUTEBOL EM PORTUGAL

No novo número da VISÃO História, já nas bancas, evocamos o fenómeno do futebol antes de se chamar futebol, a invenção do jogo propriamente dito, em Inglaterra, e a chegada a Portugal do chamado desporto-espetáculo, quando eram os «carolas» que sustentavam os clubes.

Claro que não podíamos passar ao lado da fundação dos «três grandes» Benfica, Sporting e FC Porto, contando a história das pequenas coletividades de Lisboa e do Porto que deram origem a estes clubes. Para o fazer, convidámos adeptos que todos os dias «vestem» a camisola. João Gobern, jornalista e comentador do programa Trio de Ataque, escreve sobre o «glorioso»; António Macedo, jornalista e radialista, sobre o atual campeão nacional; e Germano Silva, estudioso da história da cidade do Porto, sobre o clube do norte que nasceu duas vezes.

Percorrendo as páginas da revista, levamos o leitor a conhecer como as fábricas da primeira metade do século XX se transformaram em viveiros dos clubes operários e, também, a desfazer a persistente ideia feita de que o Estado Novo promovia o futebol para «alienar as massas», quando o que se passava era exatamente o contrário: o regime temia o futebol porque era um fenómeno de massas. Salazar, esse, era completamente ignorante na matéria e desprezava o futebol na mesma medida em que desgostava do fado. E até a fundação – e um dos seus fundadores – do jornal A Bola mereceu a reserva do ditador. Cândido de Oliveira, que foi treinador antes de se tornar jornalista desportivo, tem uma história fabulosa que vale a pena conhecer: esteve preso no Tarrafal, acusado de espionagem a favor dos Aliados.

Este número da VISÃO História conta com a colaboração de especialistas nos temas abordados. O escritor Álvaro Magalhães conduz-nos ao tempo dos primeiros jogos com bola. Os investigadores João Nuno Coelho e Francisco Pinheiro descrevem os primeiros jogos em Portugal. O jornalista e cronista Rui Miguel Tovar, autor do programa da RTP A Grandiosa Enciclopédia do Ludopédio, recorda o primeiro jogo da seleção nacional e como começou a colecionar cromos da bola com o pai. Ricardo Serrado, autor do livro O Estado Novo e o Futebol, entre outros, debruça-se sobre as ligações entre a política e o futebol. João Santana da Silva explica as raízes do futebol operário e o sociólogo Nuno Domingos disseca o colonialismo português à luz da carreira de jogadores africanos como… um tal de Eusébio da Silva Ferreira.

Os artigos são acompanhados por imagens de época que ilustram os primeiros jogos e o entusiasmo dos adeptos que não perdiam pitada do que acontecia dentro das quatro linhas. É mais uma visão da História a não perder.

Compre já a VISÃO História Edição 66

Também pode assinar a VISÃO História e receber comodamente em casa todas as edições pelo correio, clique aqui.

 


A Visão História é uma revista dedicada principalmente a assuntos históricos. É impossível compreendermos o presente sem conhecermos o passado, e é isso que a VISÃO História propõe: uma viagem às origens de grandes acontecimentos e de assuntos importantes para a nossa vida coletiva. Cada número aborda um único tema, explorando-o de diversos ângulos e pontos de vista e permitindo ao leitor construir uma perspectiva completa. A VISÃO História é a revista certa para os amantes da História. Nela encontram um olhar que não encontram em mais nenhuma publicação, pois é única no mercado português.

É assim a revista certa para quem quer conhecer as raízes de assuntos da atualidade.

A VISÃO História conta sempre com a colaboração de investigadores, historiadores e especialistas em cada tema, além de jornalistas, tanto portugueses como estrangeiros.

São assim publicadas seis edições por ano. Com lombada colada, a VISÃO História é muito cuidada do ponto de vista gráfico, recorrendo não só a textos, fotografias, mapas, mas também a infografias de alta qualidade.

Mas não ficamos por aqui… Assine já a sua VISÃO HISTÓRIA.

Detalhes

Se já é assinante de uma das nossas publicações tem oferta de portes de envio, em Portugal. Clique aqui para assinar e poder usufruir das vantagens de ser assinante.

A edição pode ser entregue no estrangeiro, sendo os portes de envio refletidos no ato da compra.

A sua encomenda será entregue num prazo máximo de 15 dias úteis, após boa cobrança. Limitado ao stock existente.