Exame Edição 453

4,90

COMPRE JÁ A EXAME EDIÇÃO 453

Na nova edição da EXAME: 2022 em antecipação, 30 anos de Autoeuropa, as agendas do PRR para mudar a economia e um ano de Girl Talk, mulheres em debate.

“Para onde vai o mundo em 2022”, dossier que dá capa à edição de janeiro da EXAME, analisamos 15 temas que vão marcar a economia e o mundo no novo ano que está prestes a começar.

O papel dos bancos centrais, os receios em torno da inflação, a disrupção das cadeias de abastecimento mundiais, o futuro político do País em ano de legislativas antecipadas ou a incerteza do vírus e das suas variantes, são alguns dos temas dissecados em 22 páginas, incluindo ainda um artigo de opinião do governador do Banco de Portugal, Mário Centeno.

Até lá, boas leituras.

 

Pode também assinar a Exame e receber comodamente em casa todas as edições pelo correio, clique aqui.

 


EXAME – Mais de 30 anos de história numa marca de informação económica incontornável em Portugal. Face à voragem do dia a dia, procuramos separar igualmente o acessório do essencial e trazer-lhe os grandes temas com a profundidade que os nossos leitores merecem. Toda a história, o que vive por baixo do soundbyte, e que no final ajuda decerto a antecipar o futuro e à tomada de decisão informada. As grandes tendências, os novos negócios, as PME – pequenas e médias empresas, a política económica e até o lazer de luxo, tudo trabalhado pelos nossos especialistas com um único objetivo: fazer chegar primeiramente a sua casa ou ao seu escritório informação económica de qualidade.

Mais do que uma ferramenta de trabalho, a revista EXAME é certamente um parceiro indispensável para quem valoriza a importância da análise e da reflexão.

Detalhes

Se já é assinante de uma das nossas publicações tem oferta de portes de envio, em Portugal. Clique aqui para assinar e poder usufruir das vantagens de ser assinante.

A edição pode ser entregue no estrangeiro, sendo os portes de envio refletidos no ato da compra.

A sua encomenda será entregue num prazo máximo de 15 dias úteis, após boa cobrança. Limitado ao stock existente.